Início Esporte

Partida entre Goiás e São Paulo é adiada na primeira rodada do Brasileirão

Clube goiano teve resultados de hospital apenas hoje confirmando 10 casos de coronavírus

34
Crédito: Reprodução / Twitter ge.com

A partida entre Goiás e São Paulo, que estava programada no estádio da Serrinha, em Goiania, está oficialmente adiada pela primeira rodada do Brasileirão. O motivo é por conta de 10 dos 23 jogadores relacionados pelo time goiano testarem positivo para Covid-19.

De acordo com o clube alviverde, os resultados foram confirmados apenas na manhã deste domingo, horas antes do confronto acontecer, pelo hospital Albert Einstein, o qual a CBF fez parceria para que jogadores e comissões técnicas fizessem testes antes dos confrontos das rodadas.

Sem ter uma posição oficial da entidade, a diretoria do Goiás solicitou o cancelamento através do Superior Tribunal de Justiça Desportivo (STJD) e, minutos antes da partida começar, a partida foi suspensa. Logo após às 16h, o horário de início do jogo, a CBF confirmou o adiamento da partida.

Fica a dúvida se a partida entre Athletico-PR e Goiás, programada para a próxima quarta-feira, às 19h15, na Arena da Baixada.

PROBLEMAS NAS AMOSTRAS

Mais uma vez, o hospital Albert Einstein confirmou que houve erros nas amostras coletadas em jogadores do Goiás, as quais foram feitas na quarta-feira.

Em nota emitida ao portal UOL, o hospital solicitou uma nova coleta para que fossem feitos os testes RT-PCR na sexta-feira e os resultados foram divulgados hoje, fugindo do protocolo de confirmarem os testes 24h antes da partida.

“O Hospital Israelita Albert Einstein identificou uma falha técnica na coleta das amostras, feita em um laboratório parceiro em Goiás, para realização de teste RT-PCR em atletas e equipes dos clubes Vila Nova e Goiás. Solicitou, portanto, novas amostras antes do processamento dos exames. Elas foram refeitas e encaminhadas para análise no laboratório do hospital em São Paulo, sem nenhum prejuízo aos prazos estabelecidos para apresentação dos resultados”, diz a nota.

Anteriormente, o Red Bull Bragantino teve problemas de suas amostras vésperas da partida diante do Corinthians pelas quartas de final do Paulistão. O Einstein apontou problemas nos reagentes.