Início Ferroviária

Ferroviária encara a Inter de Limeira na busca da semi do Troféu do Interior

Sem a presença de torcida, Locomotiva volta atuar na Fonte Luminosa em meio a pandemia do coronavírus

40
Esta é a primeira vez que Dado Cavalcanti comandará a equipe em Araraquara - Crédito: Jonatan Dutra / Ferroviária

A Ferroviária volta a campo nesta quarta-feira, às 14h45, para encarar a Inter de Limeira, na Fonte Luminosa, pela fase mata-mata do Troféu do Interior. Um empate levará para a decisão por pênaltis.

Os times participantes do torneio são os remanescentes que não conseguiram a vaga às quartas de final no Paulistão e que não foram rebaixados para a Série A2 do Paulista.

A competição de tiro curto dará ao campeão R$ 360 mil reais, mais uma vaga para a disputa da Copa do Brasil de 2021.

Mais uma vez, será o Leão, o qual a Locomotiva derrotou no último domingo por 2 a 0, pela última rodada do estadual, sacramentando a sua permanência na elite.

Esta será a primeira vez que a Fonte Luminosa receberá um jogo durante a pandemia do coronavírus. Por estar na fase 3 (amarela) do Plano SP de flexibilização, a equipe conseguiu autorização junto a FPF para poder fazer o jogo em sua casa.

O treinador Dado Cavalcanti vive a expectativa de estrear em Araraquara, mas lembrou que a torcida não estará presente no estádio por contada da pandemia.

“Para mim é um jogo mais esperado. Vou ter a oportunidade ter minha primeira experiência na Fonte como treinador da Ferroviária, embora sem público, mas é o fato de voltar para a casa então isso me deixa feliz”, declarou o técnico.

Por ser um adversário conhecido, Cavalcanti prega cautela por possíveis surpresas dos comandados de Elano Blumer.

“Se formos analisarmos friamente, é um jogo em que as duas equipes se conhecem. Então, precisamos estar espertos no fato novo, nas condições que possam surpreender, então esse é o nosso foco neste momento. Tentar controlar as variáveis do jogo, principalmente projetando algo que possa acontecer agora o que não aconteceu no anterior”, contou.

Para este jogo, o treinador contará com o retorno do zagueiro Max, que estava suspenso por ter recebido o terceiro cartão amarelo e não jogou no último domingo.

O atacante Felipe Ferreira foi substituído na lista de inscritos e deu lugar para Túlio Renan, podendo estrear já nesta quarta. Outro que também pode fazer reestreia é o lateral-esquerdo Arthur, que estava no futebol português.

A Ferroviária deverá ir a campo com Saulo; Lucas Mendes, Anderson Salles, Max (Patrick) e Bruno Recife (Arthur); Higor Meritão, Tony e Fellipe Mateus; Hygor, Bruno Mezenga e Túlio Renan (Jhoninha).