Início Ferroviária

Ferroviária encara o Mirassol pelo Paulistão

Sem vencer há quatro jogos, Locomotiva também tem a missão de encerrar um tabu diante da equipe do Leão

30
Técnico Elano Blumer fará mudanças na equipe titular - Crédito: Jonatan Dutra / Ferroviária S/A

A Ferroviária se prepara para o confronto de hoje diante do Mirassol, às 20h, no estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol, pela 10ª rodada da competição.

Mais uma vez, a Locomotiva tem a chance abrir vantagem para a Ponte Preta dentro do Grupo B, já que foi derrotada pelo por Ituano por 2 a 1, na noite de ontem, e ficar próxima da classificação às quartas de final.

Porém, a equipe não vem de uma sequência boa e está a quatro jogos sem vencer, com derrotas para Guarani e Novorizontino, e empates com Red Bull Bragantino e Santo André.

Além da busca pela vitória, a Locomotiva tem um tabu a ser quebrado. Desde quando retornou a elite, em 2016, a equipe não conseguiu vencer o Leão dentro da competição, sendo que foram apenas três encontros, mas com uma vitória mirassolense (em 2017) e dois empates (2018 e 2020).

Para este confronto, o treinador Elano Blumer não contará com o volante Yuri, suspenso por ter levado o terceiro cartão amarelo na partida contra o Santo André, além dos atacantes Everton Brito e Guilherme Bala, que permanecem no departamento médico.

Artilheiro da equipe e da competição com seis gols, o atacante Bruno Mezenga está pendurado com dois cartões amarelos.

Com isso, a Ferroviária pode ir a campo com Saulo; Diogo Mateus (David Pastor), Mateus Salustiano, Didi e Arthur; Higor Meritão, Dudu Vieira, Vinícius Zanocelo e Renato Cajá; Felipe Marques e Bruno Mezenga.

QUEM APITA?

A arbitragem ficará por conta de Adriano de Assis Miranda, auxiliado por Amanda Pinto Matias e Eduardo Vequi Marciano, enquanto Vinícius Gonçalves Dias Araújo será o quarto árbitro.

O VAR terá Pericles Bassols Pegado Cortez, auxiliado por Herman Brumel Vani.