Início Ferroviária

Henan comemora primeiro gol e rasga elogios à Ferroviária

Atacante desencanta com a camisa grená, revela ter quase fechado com o clube no ano passado e quer ver o time na Série B do Brasileiro

29
Crédito: Tiago Pavini / Ferroviária S/A

A vitória sobre o Avaí e a classificação à próxima fase da Copa do Brasil trouxe um novo ânimo para a Ferroviária para este primeiro semestre.

Um dos destaques do triunfo diante do Leão foi o atacante Henan, que conseguiu finalmente balançar as redes pela primeira vez coma camisa grená depois de quatro jogos.

O jogador havia ficado fora do confronto diante do Água Santa, no último final de semana, para aprimorar a parte física.

“Fiquei feliz não só pelo gol, mas por ter melhorado o meu desempenho. Sou um cara que se cobra bastante. Não estava contente com as minhas atuações e nas três primeiras partidas eu me senti um pouco pesado e fora de ritmo, tanto que nas três primeiras partidas do Paulista eu não dei um chute a gol”, revelou.

“Mas, eu também estava tranquilo, pois quando a oportunidade viesse e caísse no meu pé, eu faria o gol. Hoje [ontem] fui feliz e também sofri um pênalti que, infelizmente, o Tony acabou errando. Gostei da entrega do grupo e o nosso time está pegando forma, coisa que a gente já imaginava”, conta.

Henan também revelou que por pouco não veio para a Locomotiva no ano passado. Estava tudo certo com o clube, mas deu prioridade a clubes que ofereceram um contrato mais longo.

“No ano passado eu acabei não vindo pra cá. Pelo estilo de jogo que o antigo treinador [Vinícius Munhoz] e pelo projeto que o Roque [Júnior, ex-diretor de futebol da Ferroviária] tinha me falado, eu tinha aceitado, mas por detalhes, não acertamos. Desta vez, conversamos de novo e aceitei vir pra cá. É um clube bem organizado. O pessoal já falava muito bem, mas eu fiquei surpreendido. Normalmente, nos clubes do interior, você não vê essa estrutura e com pessoas sérias envolvidas”, detalha.

Henan foi um dos destaques da Ferroviária contra o Avaí – Crédito: Tiago Pavini / Ferroviária S/A

Com contrato até o fim do Paulistão, o atacante revela torcida para que o clube consiga o tão sonhado acesso para a Série C.

“A Ferroviária está no caminho certo, tem uma equipe feminina que joga Libertadores e isso é muito bacana para o esporte. Agora é fazer um bom Paulistão e tomara que o pessoal consiga fazer uma grande Série D. Um clube com a estrutura que proporciona não pode estar em uma Série D. No mínimo, uma Série B de Brasileiro, coisa que time que disputam não tem a mesma estrutura que a Ferroviária tem hoje”, enfatiza.

Agora, o próximo compromisso da Ferroviária é neste domingo, às 19h, quando encara a equipe do Santos, na Fonte Luminosa, pela 6ª rodada do Paulistão.