Início Destaques

No fim, Ferroviária bate Cascavel e se classifica no Brasileiro da Série D

Locomotiva tomou empate aos 41 do segundo tempo, mas reagiu no minuto seguinte e carimbou vaga na segunda fase da competição

60
Crédito: Jonatan Dutra / Ferroviária S/A

A Ferroviária carimbou vaga à próxima fase do Brasileiro da Série D na tarde desta sexta-feira. Jogando no estádio Olímpico Regional, em Cascavel, a Locomotiva bateu os donos da casa por 2 a 1, em partida válida pela 12ª rodada.

O artilheiro Tiago Marques e Anderson Rosa marcaram os gols do time grená, enquanto Douglas fez para a Serpente.

Com o resultado, a equipe se manteve na liderança do Grupo A-7, agora com 26 pontos ganhos, enquanto o time paranaense permanece com 18 e pode sair do G4 no término da rodada, que será completada neste sábado.

Na penúltima rodada da primeira fase, a Ferroviária medirá forças diante da Portuguesa, sábado (21), às 15h, na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro. Já o Cascavel enfrentará o Bangu, domingo (22), às 16h, novamente no estádio Olímpico Regional.

O JOGO

Em jogo muito estudado nos primeiros minutos, foi o Cascavel que deu o primeiro chute a gol. Aos seis minutos, Robinho recebe da intermediária e arrisca chute. A bola passa perto do gol, mas se perde pela linha de fundo.

Boa parte da primeira etapa foi sem muitas emoções, com as equipes criando pouco e cometendo diversos erros de passe.

Na sua primeira grande chegada ao ataque, a Locomotiva conseguiu balançar as redes aos 40 minutos. Branquinho recuperou a bola no meio de campo e deu passe açucarado para Tiago Marques, que partiu livre de marcação e chutou rasteiro, no canto direito de Raul, para abrir o placar: 1 a 0.

Aos 43, o Cascavel respondeu. Em cobrança de falta no lado esquerdo, Pauloa Baya cobra direto para o gol e Max consegue cabecear, jogando a bola para escanteio.

Na segunda etapa, o treinador Marcelo Caranhato promoveu três mudanças na volta do intervalo e a equipe da casa voltou ao ataque.

Logo aos três minutos, Soto cobrou falta na entrada da área e a bola passou por cima, mas tirando tinta do travessão.

Cinco minutos depois, a Serpente quase abriu o placar. Max tenta fintar dentro da grande área e perde para Magno. O atacante vai até a linha de fundo e toca para trás para a chegada de Soto, que finaliza, mas acerta a trave esquerda do gol de Saulo.

Já aos 42 minutos, o Cascavel chegou ao empate. Júnior Prego dá belo lançamento para Douglas, que aproveitou o vacilo da zaga e desviou de cabeça para mandar a bola para o fundo das redes: 1 a 1.

Porém, a alegria durou pouco. Logo na saída de bola, Pastor faz bela jogada na direita e toca na entrada da área para Anderson Rosa, que domina e bate forte no canto esquerdo de Raul para deixar a Locomotiva na frente.

Já aos 47 minutos, dois lances incríveis aconteceram para as duas equipes. O primeiro aconteceu com o Cascavel. Em cobrança de escanteio, Pablo levanta na área e a bola chega até Soto, que bate de primeira na pequena área, mas Saulo faz defesa espetacular.

Na sobra, a Ferroviária encaixou o contra-ataque. Dudu Vieira recebe livre no meio de campo, parte até na entrada da área e toca no meio para Anderson Rosa e, com gol escancarado, chuta para fora, perdendo a chance de matar o jogo.

A Ferroviária suportou a pressão até aos 50 minutos e conseguiu garantir a vitória fora de casa.

FICHA TÉCNICA

FC CASCAVEL 1×2 FERROVIÁRIA
Data/horário: sexta-feira, 13 de novembro de 2020, às 16h
Local: estádio Olímpico Regional, em Cascavel/PR
Arbitragem: Tarcísio Nascimento Matos (TO), auxiliado por Luiz Henrique Souza Santos Renesto (PR) e Heitor Alex Eurich (PR)
Cartões amarelos: Magno e Libano (FC Cascavel); Saulo, Max, Branquinho, Anderson Rosa e Nando Carandina (Ferroviária)
Gols: Douglas (aos 41′ do 2T) para o Cascavel; Tiago Marques (aos 40′ do 1T) e Anderson Rosa (aos 42′ do 2T) para a Ferroviária

FC Cascavel – Raul; Libano, Willian, Afonso e Júnior Prego; Duda (Pablo), Oberdan e Robinho (Douglas); Paulo Baya (Soto), Anderson Cavalo (Léo Itaperuna) e Henrique (Magno). Técnico: Marcelo Caranhato

Ferroviária – Saulo; Pastor, Matheus Salustiano, Max e Bruno Recife; Nando Carandina, Pio (Everton Dias), Tony (Dudu Vieira) e Fellipe Mateus (Anderson Rosa); Tiago Marques (Gleyson) e Branquinho (Fernandinho). Técnico: Paulo Roberto Santos