Início Cidade

Caso da cachorrinha queimada: autora do crime será indiciada

Comissão da OAB vai acompanhar os inquéritos do cão que morreu de inanição e da cachorrinha que morreu após ser queimada

1461
A comissão protocolou o pedido ao delegado titular Dr. Edivaldo Ravenna

A Diretoria da 5ª Subseção da OAB Araraquara, representada pelo presidente Tiago Romano e Diretor-Tesoureiro Felipe José Maurício de Oliveira, juntamente com a Comissão de Proteção e Defesa dos Animais da 5° Subseção da OAB, representada pela presidente Carolina Mattos Galvão e Ana Flavia Ferreira Barreto compareceram nesta segunda-feira (4) na Delegacia de Polícia protocolando dois requerimentos para acompanhar os inquéritos .

Um deles é o da cachorra que foi queimada e jogada na linha férrea no Selmi Dei. Também vão acompanhar o caso do cachorro que ficou amarrado por 10 dias sem água e sem comida, morrendo por inanição.

Foi protocolado também o laudo complementar assinado por profissionais da área veterinária, atestando que o cão Sadam, que morreu há alguns dias, faleceu em decorrência de maus-tratos.

O animal permaneceu congelado desde o dia de sua morte para permitir que a junta de veterinários verificasse a situação. A junta constatou que a causa mortis foi inanição.

O documento subsidia a investigação para permitir eventual denúncia, em virtude da prova técnica ora documentada.

A Diretoria da 5ª Subseção e a Comissão de Proteção e Defesa dos Animais permanecerão acompanhando o caso.

CACHORRINHA QUEIMADA

A autora do crime de maus tratos contra a cachorra que foi queimada será indiciada, de acordo com a presidente da Comissão de Proteção e Defesa dos Animais da 5° Subseção da OAB. “O inquérito está praticamente finalizado e ela será indiciada”, afirmou Carolina.